Buscar
  • Equipe DAX

Por que não consigo ser fluente em inglês?


Se você chegou até aqui, a sua história é mais ou menos assim: você fez um (ou dois, ou mais) cursinhos de inglês, estudou livros e mais livros, memorizou verbos, leu tabelas, aprendeu regras.... mas na hora de falar, NADA!


O nervosismo aperta, parece que você nunca gastou um só segundo do seu tempo tentando aprender esse lindo idioma. Por que isso?


A maioria dos cursos de inglês existentes no Brasil se baseia no ensino da língua do ponto de vista formalista. Eles oferecem um tipo de treinamento muito similar a quem quer se tornar um professor. Prova disso é que muitos dos melhores alunos desses cursinhos viram professores de inglês por um tempo (muitas vezes, na própria escola em que estudaram).


O problema é que grande parte das pessoas quer saber se comunicar bem oralmente, isto é, quer compreender quando fala e quer ser entendida ao falar. Simples assim. Verdade seja dita, uma minoria deseja dar aulas de inglês. E talvez menos gente ainda queira usar a língua inglesa academicamente.


Seja para ser promovido no trabalho, para conhecer o mundo ou para entender suas músicas favoritas, os alunos de idiomas querem dominar as ferramentas práticas que os levem a falar e a entender o mundo ao seu redor.


Os cursos de inglês nos anos 2020, para continuarem relevantes, precisam atender a esse anseio. De nada adianta uma formação acadêmica que tenha pouca aplicação prática, em especial para quem busca uma nova língua.


O fato de você estar com dificuldades para falar inglês não significa que há algo de errado com você. Significa que lhe deram as ferramentas erradas. Tentaram fazer de você um acadêmico do idioma, quando o que você precisava era praticar.


Respondendo a pergunta do título, você ainda não consegue ser fluente em inglês porque não lhe deram as ferramentas para isso.

Por exemplo, falar fluentemente requer muita audição e repetição. Um curso que não oferece esses exercícios de forma satisfatória provavelmente não irá lhe dar a chance de desenvolver a fala. Logo, nada de fluência.


Um conselho de professor: nem sempre o curso mais caro é o melhor. Busque aquele que mais se adapta aos seus objetivos. (Como escolher um curso de inglês é assunto para outro post).


As chances de sucesso serão muito maiores. Ao ver que está conseguindo cumprir com o que se propôs a fazer, você fica mais motivado a continuar. Se o seu objetivo for falar, então procure um curso com esse foco. Você vai economizar tempo, dinheiro e muita energia.


Bons estudos!


Prof. Gustavo Matiuzzi, Ph.D.

#equipeDAX


11 visualizações0 comentário
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • LinkedIn
  • White Twitter Icon
  • YouTube

© 2020  por especialistas DAX Education. Todos os direitos reservados.